Mais do que evoluir é a hora de transformar o mundo dos negócios

A oitava transmissão do projeto Sinduscon-RS Lives, realizada no dia 16 de junho, abordou a “Inovação e transformação do mercado imobiliário”. Especialistas debateram o conceito inovação no mundo dos negócios e mitos que resultam no distanciamento até mesmo de grandes empresas no processo.

Empresas que surgiram na era analógica obtiveram êxitos nos negócios evoluindo, ao longo do tempo, com o foco na eficiência. As estruturas eram mais complexas, hierarquizadas, departamentalizadas, com baixo nível de autonomia e rígidas por mecanismos de controle. Porém para Frederico Mentz, sócio fundador na An Lab, hoje o mundo está diferente e a forma de pensar os negócios precisa ser reavaliada.

Pedro Englert, CEO da StartSe apresentou a diferença conceitual entre evolução/eficiência e transformação/inovação. “Um grande dilema das empresas é a dúvida e o temor de como se comportar neste mundo novo sem perder a tal da eficiência e, consequentemente, o controle sobre o seu negócio”. Resumidamente explica que hoje o conceito são empresas menos hierarquizadas, com uma cultura que traduz sua verdade e propósito, bem disseminada na corporação, num ambiente mais colaborativo e ágil, o que permite, assim, mais autonomia à equipe, estimulando a criação. A prioridade deixa de ser a eficiência. O foco passa a ser o cliente, suas necessidades, desejos e percepções de valor.  Enfatizou que transformar envolve risco do que foi construído. Para ele, as técnicas de gestão até então foram desenhadas em um momento em que se trabalhava com previsibilidade. “Hoje o cenário é de total imprevisibilidade, o que exige velocidade em decisões. Precisamos entender o terreno e o mercado e, a partir dessas interpretações, reagir”, destacou. Neste caso, aponta como ponto crucial de transformação das empresas a proteção dos recursos, proximidade com os clientes e o fazer diferente, pensando em novos modelos de negócios. “O que faz um ecossistema empreendedor é conhecimento, capital e rebeldia”.

Cases em mudanças de cultura e novas oportunidades foram apresentados pelos especialistas.  Guilherme Sawaya, diretor de Transformação Digital na Cyrela e Paulo Deitos, Sócio-fundador da Cap Table e Cap Rate.

Guilherme Sawaya afirmou que as mudanças no mercado imobiliário estão acontecendo de forma muito rápida. “Há empresas trazendo experiências diferentes aos consumidores, pensadas passo a passo para o mundo digital, oferecendo uma diversificação no portfólio, menos vulnerável, portanto, aos dissabores da economia. Isto força a mudança dos demais”, ressalta. Na Cyrela, a estrutura da área de inovação iniciou há dois anos, período em que foi realizado um trabalho forte na cultura das pessoas. Concurso de ideias, desafios baseados nos gargalos da empresa. No final de 2019, foi transformada em uma diretoria. Nestes dois anos foi trabalhada a cultura da empresa junto às pessoas que demonstravam aceitação com os novos caminhos propostos. Objetivando a autonomia das mesmas, foram  realizados treinamentos que as capacitaram a representar a marca Cyrela, principalmente nas áreas de ponta como as de venda (contato com os clientes).

Paulo Deitos, sócio-fundador da Cap Table e Cap Rate, plataformas de investimentos que no ano passado atingiu mais de R$ 400 milhões nas operações e com tendência de crescimento significativo.  Focou sua apresentação na plataforma Cap Rate, de investimentos coletivos no mercado imobiliário. Peer-to-peer lending (modalidade na qual investidores financiam empréstimos para empresas e obtém rentabilidade atrativa no mercado), a Cap Rate permite que qualquer pessoa possa participar, não ficando restrito a investimentos altos como o mercado tradicional. Trata-se de uma opção democrática na carteira de investimentos. “A incorporadora que busca recursos para o desenvolvimento de um projeto específico, apresenta detalhes na plataforma, que passa a se responsabilizar por todos os trâmites técnicos, regulatórios, de operação e de relacionamento com os investidores”, concluiu.

Confira a live completa, acessando o link: https://bit.ly/3e9jzAY

Leia Também

Deixe seu comentário