Nível de emprego da construção civil gaúcha preocupa

A construção civil apresenta recuperação de postos de trabalho no Brasil. No acumulado de 2019 (janeiro até maio),  o saldo foi positivo com a admissão superando a demissão em 43.118 vagas, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério da Economia. Um crescimento de 2,18% quando comparado com o mesmo período de 2018. Porém, no Rio Grande do Sul, ainda se registra retração (-1,48%) com o setor apresentando um saldo negativo de 1.671 postos de trabalho de janeiro a maio de 2019. A situação é pior na Região Metropolitana de Porto Alegre (- 1.843 vagas, uma queda de 3,31%) e em Porto Alegre, com um encolhimento no nível de emprego em 1.778 vagas (-6,08%).

Em comparação com os demais estados da região Sul, a queda no nível de emprego foi registrada somente no RS (-1,48%) , com o Paraná registrando crescimento de 5,78% e Santa Catarina, 6,37% no acumulado do ano (janeiro a maio).

No acumulado dos últimos 12 meses (junho de 2018 a maio de 2019), as quedas são mais significativas no Estado (-4,58% com a o saldo negativo de -5.323 postos de trabalho e RMPA ( -8,09% ; -4.745 vagas) e Porto Alegre -10,42%; -3.197 vagas).

Leia Também

Deixe seu comentário