Porto Alegre tem mais de 6 mil imóveis novos à venda

Estão à venda atualmente em Porto Alegre 6.306 imóveis novos, representando um aumento de 1,64% na comparação com 2014, quando estavam em oferta 6.204 unidades. Esses imóveis estão distribuídos em 321 empreendimentos, pertencentes a 179 empresas.

A conclusão é do 18º Censo do Mercado Imobiliário, elaborado pelo Sinduscon-RS e cujos resultados estão sendo divulgados a partir de hoje (1º/09/2015) para os associados da entidade.

De acordo com o levantamento, a área total em oferta na Capital corresponde a 627.405 m², numa redução de 7,04% na comparação com 2014. Do total de imóveis à venda, 6.009 são unidades residenciais (5.596 apartamentos e 342 casas) e 297 unidades comerciais.

Das empresas pesquisadas, 62,01% possuem apenas um empreendimento à venda, 20,67% dois e 8,38% três empreendimentos. Com quatro empreendimentos, foram registradas 6,15% das empresas e 2,79% com cinco ou mais empreendimentos. Em média, foram cadastrados 1,79 empreendimento por empresa, com média de 35 unidades em oferta.

O volume de oferta de unidades novas em 2015 manteve-se nos mesmos patamares observados em 2014. Os apartamentos de dois dormitórios, representam a grande maioria da oferta, assim como havia sido observado em anos anteriores. Já nos anos de 2002 a 2008, a maioria da oferta era de apartamentos de três dormitórios.

O Censo também apurou que 65% das unidades em oferta encontram-se em execução, 25% na planta e 10% concluídas. Quanto à fonte dos recursos para a construção das unidades em oferta, 60% provêm do Sistema Financeiro e os 40% restantes de Auto Financiamento.

Por faixa de valor, o maior volume de ofertas estão situadas  entre R$ 145,3 mil até R$ 210,0 mil, com 25,84% do total e entre R$ 436,1 mil até R$ 533,0 mil, com 14,29%.

Em 10 bairros estão concentrados 57,7% dos imóveis em oferta (3.639 unidades) distribuídos em 128 empreendimentos. O bairro Petrópolis é o que apresenta maior número de empreendimentos em oferta, seguido por Menino Deus, Tristeza, Passo D’Areia, Santana, Auxiliadora, Cavalhada, Partenon, Rio Branco e Moinhos de Vento.

O Censo vem sendo elaborado desde 1997  pelo Departamento de Economia e Estatística do Sinduscon-RS com o objetivo de dimensionar a oferta de imóveis novos em Porto Alegre para subsidiar o processo decisório dos empresários do setor imobiliário.

Leia Também

Deixe seu comentário