Proteção contra Incêndio abre programação de seminários de 2019

[smartslider3 slider=”13″]

O Sinduscon-RS realizou com sucesso, em sua sede no dia 26 de março, o seminário Proteção contra Incêndio. O evento contou com a participação de especialistas de renome internacional e nacional.
O eng. Julio Lopes, diretor técnico da STI Firestop (EUA) apresentou os benefícios do uso da selagem reistente ao fogo (Firestop), uma sistema que por meio da compartimentação de área nas edificações, impede a propagação de incêndio de forma que o incidente fique contido no local de origem, sem atingir outros ambientes . Consolidada nos Estados Unidos e na Europa em países desenvolvidos, a proteção passiva contra fogo em estruturas metálicas é relativamente recente no Brasil, ainda carente de normas regulamentadoras e profissionais especializados.
O eng. Emanuel Pastl, sócio da Supernova Prevenção de Incêndio, passou aos presentes do evento uma visão técnica e, ao mesmo tempo, emocionante, de um sobrevivente do incêndio da Boate Kiss.
Por fim, o presidente da Associação Brasileira de Proteção Passiva (ABPP), Rogério Lin, abordou as medidas a serem adotadas em fachadas em ACM. Atuando há mais de dez anos no setor de Segurança Contra Incêndio, Rogerio Lin, afirmou que o Rio Grande do Sul tem evoluído de forma muito rápida no tocante a proteção contra incêndio. “Estamos melhor do que há 20 anos”, afirma ele. Para quem estranha o período utilizado como parâmetro, Lin explica: “a adoção de novas medidas contra incêndio é um processo extremamente longo, pois envolve trabalho complexo de normatização, realização de ensaios e certificação”.

Leia Também

Deixe seu comentário