Falta de mão de obra é maior problema da construção civil

O maior desafio enfrentado pela indústria da construção civil gaúcha é a falta de mão de obra, segundo afirmou o novo presidente do Sinduscon/RS, Ricardo Antunes Sessegolo, ao ser empossado no cargo durante jantar realizado no dia 14 de outubro na Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre. Explicou que o setor emprega atualmente 154 mil trabalhadores, com carteira assinada no Estado, sendo registrada uma carência de cerca de 50 mil profissionais. Para o equacionamento do problema, a saída, apontou, é a formação e qualificação de mão de obra, através do fortalecimento das escolas técnicas existentes e da abertura de novas instituições. Em seu pronunciamento, Sessegolo chamou a atenção para o crescimento verificado na indústria imobiliária. Em 1999, o Sistema Financeiro da Habitação (SFH), privado, financiou 35 mil moradias e, em 2012, foram financiadas 400 mil unidades. Além disso, o Programa Minha Casa Minha Vida e outros que utilizam recursos do FGTS financiaram mais 500 mil unidades, totalizando, portanto, mais de 900 mil residências apenas no ano passado. Já Paulo Vanzetto Garcia, que ocupou a presidência do Sinduscon/RS nos últimos quatro anos, considerou que um dos maiores obstáculos enfrentados pelo setor é a sucessão de leis e normas impostas pelos poderes públicos sem uma adequação prévia de sua aplicabilidade à realidade do dia a dia das empresas, travando a continuidade dos negócios. Finalmente, o prefeito José Fortunati destacou a contribuição da indústria da construção civil para o aumento da qualidade de vida da população ao produzir moradias e equipamentos urbanos essenciais, além de cumprir importante papel como gerador de postos de trabalho. Reafirmou a disposição do Executivo municipal de manter um relacionamento “o mais respeitoso possível com a categoria com divergências naturais mas sempre caracterizado pelo diálogo”. Citou ainda as iniciativas da prefeitura para agilizar os procedimentos liberatórios relacionados com novos empreendimentos imobiliários, incluindo a criação da Secretaria Municipal de Urbanismo e do Escritório de Aprovação de Projetos, com a instituição da Declaração Municipal – DM – on line para tornar mais ágil o processo decisório dos empreendedores. O evento de posse contou com a presença de autoridades do Executivo estadual e municipal, deputados estaduais e federais, vereadores e dirigentes de entidades de classe ligadas à cadeia produtiva da construção civil. A nova diretoria do Sinduscon/RS cumprirá sua gestão no biênio 2013/2015.

Sinduscon-RS

Fundado em 15 de outubro de 1949, o Sindicato tem base territorial que compreende 398 municípios e mais de 5.000 empresas filiadas.

Ricardo Antunes Sessegolo

O presidente do Sinduscon-RS (Gestão 2013-2015), Ricardo Antunes Sessegolo, é natural de Santo Ângelo e diretor da empresa Goldsztein, atuando há 39 anos no setor da construção civil.

Leia Também

Deixe seu comentário