COVID-19: Como está a construção civil em municípios gaúchos

Porto Alegre

Em Edição Extra foi publicado no Diário Oficial de Porto Alegre, o Decreto N.º 20.521, de 20 de março de 2020, que “determina a paralisação da construção civil (exceto obras públicas) entre outras atividades comerciais e industriais na Capital.

O Sinduscon-RS, em parcerias, com sindicatos patronais, anteriormente à proibição, criou o Comitê de Crise com o objetivo de recomendar às empresas da categoria a operar de forma adequada às regras de distanciamento e de higiene nos canteiros de obras. Paralelamente, iniciou um processo de estabelecimento de convenções extraordinárias e emergenciais com sindicatos de trabalhadores e entidades profissionais, com o objetivo de oferecer ao setor um instrumento objetivo, claro e eficaz, com regras específicas e orientações preventivas, permitindo a manutenção da operação da atividade com uma maior segurança, visando sempre a saúde de todos os agentes de produção.

Atualmente, é persistente em defender junto ao poder executivo de Porto Alegre que o setor está preparado para atuar de forma planejada e com respeito às restrições que visam a não propagação do coronavírus. O diálogo é constante e o Sindicato atua na busca de um resultado positivo e seguro para uma breve reativação do setor na Capital.

Canoas

Associadas ao Sinduscon-RS participam de reformas no Hospital Universitário de Canoas

A associada ao Sinduscon-RS, Lottici Engenharia, MRV e Viezzer Engeharia, junto a outras empresas, participaram da reforma de dois andares no Hospital Universitário de Canoas, referência regional para atendimento de casos confirmados com o novo coronavírus, para disponibilização de mais leitos.

Hoje (7/04) a Lottici Engenharia, em parceria com o Sesi-RS, está realizando vacinas contra a H1N1 nos canteiros de obra.

A construção civil em Canoas retomou a operação, com restrições, a partir Decreto N.º 87, DE 29 DE MARÇO DE 2020. o publicado pela Prefeitura de Canoas em 29 de março

Gramado

Foi assinado pelo prefeito de Gramado, Fedoca Bertolucci, no dia 2 de abril, o decreto municipal número 81/2020 que autoriza a abertura controlada das indústrias e da construção civil. Mas mantém fechados o comércio considerado não essencial. O prefeito disse que houve prudência na publicação deste documento para que ele tivesse sintonia com o decreto estadual publicado no dia 1º de abril.

Litoral Norte

A paralisação de diversos municípios do Litoral Norte aconteceu no dia 20 de março. Com um movimento entre os dirigentes do Sinduscon-RS em conjunto com entidades locais, somado ao Decreto do Estado, a atividade foi liberada a funcionar de forma restrita, com exigências, que incluiu a assinatura de um termo de responsabilidade no início de abril em municípios como Capão da Canoa, Tramandaí, Torres, Imbé, Xangri-Lá, Santo Antônio da Patrulha, Capivari,  Arroio do Sal e Osório. Já em Cidreira as atividades comércio e construção civil ainda não foram retomadas.

Capão da Canoa – Decreto Nº 096, de 2 de abril de 2020
Tramandaí – Decreto N.º 4697/2020 , de 2 de abril de 2020
Xangri-lá – Decreto Nº 28, de 1º de abril de 2020
Torres – Decreto N.º 054, de 3 de abril de 2020
Osório – Decreto N.º 045/2020

O Escritório Regional do Sinduscon-RS – Litoral Norte, representado vice-presidente Alfredo Pessi Neto, em conjunto com entidades como a Associc e Acica organizaram junto aos seus associados uma arrecadação de recursos ( na ordem de R$ 100 mil ) para aquisição de um respirador e EPIs para o Hospital Santa Luzia de Capão da Canoa.

Santa Cruz do Sul

No município de Santa Cruz do Sul, entre outras restrições, o número máximo de trabalhadores por obras está limitado a cinco, segundo o Decreto N° 10.584, de 5 de abril de 2020. Para viabilizar a execução de obras médio e grande porte, o Escritório Regional do Sinduscon-RS, sob a coordenação do vice-presidente Astor José Grüner, está em contante diálogo com a prefeitura no sentido de buscar flexibilizar regras com total segurança e adequação que o momento exige.

O Sinduscon-RS está buscando informações com relação a atividade da construção civil em outras regiões de sua base. A Entidade mantém canais abertos com seus associados e filiados. Envie sugestões, questionamentos e registros de ações de suas empresas (fotos, vídeos e ações de responsabilidade social), que demonstrem o comprometimento com o atual momento.

Contatos de atendimento disponíveis:

gerencia@sinduscon-rs.com.br; juridico@sinduscon-rs.com.br; secretariageral1@sinduscon-rs.com.br; comunicacao@sinduscon-rs.com.br; financeiro@sinduscon-rs.com.br; recepcao@sinduscon-rs.com.br; regionallitorial@sinduscon-rs.com.br e regionalvrp@sinduscon-rs.com.br.

Leia Também

Deixe seu comentário