Comissões

Agenda

Ligue Agora:

51 3021.3440

X

Acessar a Área Restrita

X

Cadastro de Curso

Sinduscon-RS

Sinduscon-RS

faceboof instagram

Sinduscon-RS

Sinduscon-RS

8 de dezembro de 2016

Sinduscon-RS inicia uma série de seminários com foco em desempenho e produtividade

  • BANNER 300x250

  • BANNER 300x50

  • faceboof
  • twitter

Os avanços tecnológicos na construção têm tornado os edifícios cada vez mais complexos, exigindo, portanto construções mais elaboradas, o que requer previas discussões e tomadas de decisões entre os partícipes tanto da concepção, quanto da execução do projeto.  O aprofundamento na concepção da estrutura, entre outros fatores, em conformidade com as normas existentes, aumentam a garantia de segurança e desempenho das obras, fazendo toda a diferença no produto final. Esta foi a mensagem principal repassada aos construtores, incorporadores, engenheiros e projetistas durante o Seminário Tecnologia de Estruturas, realizado na sede do Sinduscon-RS no dia 8 de dezembro.

Para a diretora da NGI Consultoria e Desenvolvimento, coordenadora das palestras, Maria Angélica Covelo Silva, a tecnologia na construção, a exemplo de outros segmentos econômicos, tem evoluído num ritmo acelerado. Tais  inovações têm impactado em conceitos tradicionais  da engenharia, exigindo quebra de paradigmas. “O que até então era predominantemente sequencial, tem que ser discutido e desenvolvido de forma paralela, compartilhada, o que minimiza retrabalhos e falhas ao longo da execução do projeto e riscos pós-entrega”, afirmou.
Outro aspecto destacado no evento foi a avaliação técnica de projeto de estruturas por terceira parte, uma obrigatoriedade prevista na NBR 6118:2014. Para os especialistas, a exigência objetiva resguardar vidas humanas, garantir maior exatidão do projeto (atendendo este a normas e leis vigentes), reduzir reparos e seus custos, oferecendo, com isto, maior tranquilidade para o proprietário e para a construtora.

O Vice-presidente do Sinduscon-RS, coordenador da Comissão de Tecnologia, Qualidade e Produtividade – COMAT, José Luiz Lima Lomando, informou que desde a vigência da Norma de Desempenho em 2013, a Entidade têm se preocupado em disseminar as implicações das novas exigências para o mercado da construção civil, não somente aos seus associados, mas a toda a cadeia produtiva do setor, incluindo fornecedores e universidades. “O seminário de hoje inicia uma série de eventos que, ao longo de 2017, vai abordar novas etapas do processo construtivo como fundações, fachadas e vedações, gestão de obras e sistemas prediais, entre outras”, concluiu.

 

Apresentações!

Análise das soluções de projeto para elevação da produtividade e estabilidade de custos na produção de estruturas

Avaliação técnica de projeto de estruturas por terceira parte: obrigatoriedade segundo a ABNT NBR 6118:2014

Controle da execução de estruturas de concreto visando a segurança e desempenho ao longo da vida útil

Dosagens e aplicações de concretos estruturais de acordo com as classes de consistência da NBR 8953:2015

 

Fotos

  • BANNER 728x90

  • BANNER 300x50

Taxa de velocidade de vendas de imóveis novos foi de 10,3% em março em Porto Alegre

A taxa de velocidade de vendas (relação das vendas sobre as ofertas) de imóveis novos […]

Ver mais

Governador sanciona projeto de lei que desburocratiza processos administrativos estaduais

O governador Eduardo Leite sancionou, no dia 6 de maio, o Projeto de Lei 127/2020, […]

Ver mais

Sinduscon-RS comemora vitória em pleito histórico

A persistência em reinvindicações legítimas resulta em significativas conquistas. Um pleito “histórico” do Sinduscon-RS  foi […]

Ver mais