Dia Nacional da construção social atinge 227 mil atendimentos

            A indústria da construção comemora os mais de 227 mil atendimentos realizados no dia 19 de agosto para mais de 56 mil trabalhadores do setor da construção e seus familiares, em 31 localidades do país, durante a 11ª edição do Dia Nacional da Construção Social (DNCS). Neste ano, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) mobilizou o setor para a campanha “Minhas escolhas, meu país”, para mostrar que a escolha de cada cidadão constrói o Brasil. A entidade assumiu o papel de protagonista na defesa de valores e princípios éticos que sejam capazes de contribuir para a construção de uma sociedade mais justa, mais humana e mais sustentável. Considerado o maior evento de responsabilidade social do setor da construção, a ação social foi promovida pela CBIC, por meio do seu Fórum de Ação Social e Cidadania (Fasc), e pelo Sesi Nacional, com apoio especial do Seconci Brasil e realização local das entidades associadas à CBIC (Sinduscons e Sicepots) e dos Seconcis e Sesis locais.

 

NO RS

O Rio Grande do Sul participou com quatro municípios, registrando mais de 21 mil atendimentos. O Sinduscon-RS foi responsável pela realização do evento, através de seus escritórios regionais: Litoral Norte (em Capão da Canoa) e Vale do Rio Pardo (em Santa Cruz do Sul).

Santa Cruz do Sul – Com uma tarde de tempo bom, o DNCS, realizado no Centro Esportivo do Sesi, no Bairro Arroio Grande, com o registro de maior público, em seis edições. O evento contou com a participação de mil trabalhadores e familiares. A solenidade de abertura foi prestigiada por autoridades e convidados. Em seu pronunciamento, o vice-presidente do Sinduscon-RS e coordenador do Escritório Regional Vale do Rio Pardo, Carlos Augusto Gerhard, destacou a importância do evento, como integração entre trabalhadores e seus familiares e como fortalecimento do setor da construção civil no município. “É um evento que, além de proporcionar atividades voltadas à saúde e qualidade de vida, busca estimular a participação do trabalhador na construção da sociedade melhor, sendo agente de transformação”, frisou Gerhard.  Durante toda à tarde, os estandes estiveram bastante movimentados, principalmente nos exames de glicose, massagem, meditação e orientações nutricional, postural e qualidade de vida. Durante o DNCS também foram realizadas homenagens aos trabalhadores da indústria da construção considerados Casos de Sucesso. Ao todo, 10 profissionais de empresas locais receberam o reconhecimento. Pedro Paulo Gonçalves, 60 anos, carpinteiro da Suhma Engenharia há 30 anos – mais antigo na área entre os homenageados – foi um deles. Gonçalves, após três décadas de dedicação à construção civil está aposentado, mas segue trabalhando. “Não consigo ficar parado. A empresa é minha segunda família, a gente se acostuma”, enfatiza. Com muito orgulho, lembra de todos os prédios que ajudou a erguer neste período, em Santa Cruz e em municípios vizinhos. “É uma vida inteira dedicada à construção. É o que eu sei e gosto de fazer”, completa.

Crédito fotos: Joni Gularte

Capão da Canoa – No Ginásio Municipal de Esportes Otto Birlem foram realizados 5.703 atendimentos aos trabalhadores da construção civil e seus familiares. A 6ª edição do DNCS ofertou diversos serviços de lazer, cidadania e saúde, além da distribuição de brindes e lanches. As atividades de lazer abrangeram brinquedos e jogos para as crianças, apresentação da Invernada Mirim do Centro de Tradições Gaúchas (CTG – João Sobrinho), pintura no rosto, corte de cabelo, manicure e a presença do Centro Cultural, biblioteca sobre rodas do Serviço Social da Indústria do Rio Grande do Sul (SESI). No âmbito da saúde foram realizadas orientações bucais, avaliação nutricional, bem-estar, medição da pressão arterial e glicose e de visão. Na parte da cidadania, ocorreu a confecção da Carteira de Trabalho, orientações sobre o CPF, ao Micro Empreendedor Individual (MEI), seguro desemprego, vagas de emprego, carteira do artesão e regularização fundiária. Um público de 938 pessoas prestigiou o DNCS, sendo contemplado por brindes diversos Segundo a vice-presidente do Sinduscon-RS, Sandra Axelrud, o evento tem a missão de mostrar ao trabalhador do setor civil sua importância enquanto pessoa. “O DNCS possibilita que esses trabalhadores e suas famílias sejam assistidos e valorizados”, avalia a vice-presidente. Para o vice-presidente do Sinduscon-RS Escritório Litoral Norte, Duani Teixeira, o evento sempre traz bons resultados e motiva os trabalhadores. “Já estamos na 6ª edição do DNCS e mais uma vez conseguimos passar uma mensagem positiva, acerca da importância da interação entre todos os agentes da construção civil, em especial à nossa mão-de-obra e suas famílias”, observa.

Crédito fotos: Luiz Moraes (PMCC)

 

 

Leia Também

Deixe seu comentário