PAC soma R$ 135 bilhões em obras paralisadas

As cerca de 4,7 mil obras paradas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) equivalem a R$ 135 bilhões de investimentos, segundo levantamento apresentado nesta quarta-feira (10) pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Desse total, aproximadamente 65 bilhões já foram executados. De acordo com estimativa da entidade, a retomada dos empreendimentos pode ajudar a gerar 500 mil postos de trabalho.

O estudo ‘Obras Paralisadas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)’ foi encomendado pela CBIC à empresa Brain – Bureau de Inteligência Corporativa, em correalização com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional). Os dados foram divulgados durante o seminário ‘Paralisação e Retomada de Obras de Infraestrutura no Brasil’, em Brasília.

Segundo o diagnóstico, 27,4% dos empreendimentos estão parados devido a problemas com documentação, 14,8% por questões relacionadas a boletins de medição, 13% por reprogramação, e 10,4% por pendências com licitação. Esses quatro motivos correspondem a 66% do total.

Leia Também

Deixe seu comentário