Panorama do Mercado Imobiliário é revisada buscando tratamento diferenciado por segmento

O Sinduscon-RS altera pesquisa Panorama do Mercado Imobiliário de Porto Alegre, visando uma abordagem segmentada na busca de uma maior assertividade quanto ao movimento do mercado por segmento. A partir deste mês a Entidade manterá a divulgação dos imóveis Residencial vertical, comercial e horizontal, com exceção dos imóveis Residenciais do programa Casa Verde e Amarela. Os imóveis relacionados ao programa Casa Verde e Amarela deverão ser abordados em nova pesquisa a ser lançada em breve.

Taxa de velocidade de vendas de imóveis novos foi de 7,8% em maio em Porto Alegre

A taxa de velocidade de vendas (relação de unidades vendidas sobre a oferta total) de imóveis novos em Porto Alegre foi de 7,8% em maio último, contra 7,6% do mês imediatamente anterior, conforme apurou o Panorama do Mercado Imobiliário – Porto Alegre, pesquisa elaborada mensalmente pelo Sinduscon-RS, em parceria com a Alphaplan – Inteligência em Pesquisas e a Órulo.

Em maio foram vendidas 478 unidades com um VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 422 milhões contra 421 unidades vendidas no mês anterior (abril 2021), com um VGV de R$ 371 milhões.

No mês foram lançadas 103 unidades com um VGV de R$ 37 milhões contra 37 unidades do mês de abril 2021, com um VGV de R$ 78 milhões.

Quanto ao estágio da obra, 43% das vendas do mês foram de imóveis prontos, 34% em construção e 23% lançamentos.

Com 383 imóveis, as unidades verticais representaram 80% do total vendidos em maio deste ano, com os apartamentos de três dormitórios impulsionando as vendas no período representando 33% do total, seguidos dos apartamentos de dois dormitórios (32%) e dos Stúdios (19%).

Cinco bairros concentram 64% das vendas dos residencial vertical no mês de maio. São eles: Jardim Lindóia com 17% do total das vendas (65 unidades), seguido dos bairros Rio Branco com 16% (63 unidades), Petrópolis com 14% (53 unidades), Passo da Areia com 10% (37 unidades) e Auxiliadora 8% (29 unidades).

Por fim, em maio, foi registrado um estoque de 6.047 unidades e 337 empreendimentos, com um total de R$ 5.366 milhões em VGV, sendo o valor médio por metro quadrado de R$ 11.179,00. Nesse universo, o residencial vertical participa com 80%, o comercial com 13,5%, e as unidades horizontais com 6,5%. Quanto ao perfil do estoque, os imóveis em construção e prontos apresentaram o mesmo percentual de participação (46%). Já a representação dos lançamentos foi de 8%.

Leia Também

Deixe seu comentário