Comissões

Agenda

Ligue Agora:

51 3021.3440

X

Acessar a Área Restrita

X

Cadastro de Curso

Sinduscon-RS

Sinduscon-RS

faceboof instagram

Sinduscon-RS

Sinduscon-RS

11 de dezembro de 2020

A construção brasileira não pode prescindir da industrialização

  • BANNER 300x250

  • BANNER 300x50

  • faceboof
  • twitter

O Fórum BIM RS, uma iniciativa Sinduscon-RS em parceria com a PUCRS, encerrou o ano de 2020, realizando um seminário aberto a todos os segmentos da cadeia produtiva da construção no dia 10 de dezembro. Além dos relatos de ações importantes e resultados obtidos com o Fórum em sua segunda edição, no evento Luiz Henrique Ceotto da Urbic e Marcia Codecco, da Vistta Consultoria, apresentaram experiências que deixaram claros os benefícios do BIM que vão além do seu uso como instrumento de projeto. “Implica em troca de informações, acervos e colaboração”, destaca Ceotto.

Durante o relato de sua experiência com a utilização BIM, o diretor da Urbic, Luiz Henrique Ceotto, apresentou resultados surpreendentes. A empresa, com foco em pequenos empreendimentos no universo paulista, trabalha com uma média do ciclo de construção entre a compra do terreno, aprovação, construção e entrega, de 14 meses. “Mas com a utilização do princípio da construção modular, o objetivo é de redução destes prazos para em torno de 3 a 4 meses, com imóveis totalmente decorados”, disse. Para Ceotto, a construção brasileira não pode prescindir da industrialização e o BIM é a plataforma que permite esse processo de modernização. Em seu entendimento é preciso uma mudança cultural no setor de extremo conservadorismo, que resulta em tristes estatísticas. “Pesquisas demonstram que o período de vida das construtoras/incorporadoras brasileiras é muito baixo. Atualmente, 70% a 80% das  empresas desaparecem nos primeiros  cinco anos” lamenta. O empresário e consultor cita também a necessidade de se trabalhar algumas amarras para o processo construtivo industrializado. A redução de tributos, buscando uma isonomia com a construção tradicional e novas formas de poupança e de financiamento para a casa própria, a exemplo das fintechs que estão modificando o universo bancário.

A consultora e fundadora da Vistta Consultoria, Márcia Codecco, relatou os frutos colhidos com seus 13 anos de estudos e busca de soluções nos processos das empresas com a implementação da ferramenta BIM, trazendo cases como Laguna e Tarjab. Nas dores catalogadas (mais de 3.245)  ao longo da experiência da empresa no BIM, 41% estavam concentradas em processos, 34% em política, 15% em pessoas e 10% em tecnologia. Ressaltou o trabalho conjunto com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), “Projeto BIM Colaborativo”, quando 16 empresas pequenas e médias  trabalharam 7 meses na implementação de projetos, com 98% de aproveitamento no curso, democratizando a cultura BIM.

No seminário, integrantes do Fórum BIM RS Bruno Giugliani, Cristiano Moyses e Rafaela Jung, apresentaram importantes resultados obtidos nas duas edições da ação desenvolvida por meio da parceria entre Sinduscon-RS e PUCRS. O processo iniciou em 2019 com conceitos fundamentais, tendo prosseguimento em 2020 com a disseminação de boas práticas, execução de um projeto piloto colaborativo entre as empresas participantes  e mapeamento da maturidade do uso do BIM no RS, por meio de uma pesquisa que ainda está aberta a participação de construtoras, incorporadoras e projetistas através do link https://bimexcellence.org. Os resultados consolidados da pesquisa que já conta com 50 empresas, serão divulgados no próximo ano. Para 2021 o Fórum terá continuidade com eventos mensais; com apoio e auxílio às empresas participantes na discussão de soluções às dificuldades encontradas, na continuidade do projeto piloto, cursos e ampliação da orientação de implementação e do BIM às empresas de pequeno e médio porte.

Finalizando o evento, o coordenador da Comat/Sinduscon-RS, Roberto Sukster, ressaltou a importância da aproximação do universo acadêmico com o setor por meio do Sindicato, sempre em busca da melhoria da cadeia produtiva da construção civil. Para ele há ainda muito espaço para consolidar iniciativas como Fórum de Inovação e Desempenho na Construção Civil desenvolvido em parceria com o Instituto Tecnológico de Desempenho e Construção Civil – itt Performance da Unisinos, o Fórum de Capacitação e Transferência Tecnológica com a participação da UFRGS e o Fórum BIM RS com o apoio da PUCRS.

Acesse a gravação da transmissão aqui! 

  • BANNER 728x90

  • BANNER 300x50

Financiamentos imobiliários no Rio Grande do Sul crescem 44,31% no acumulado 2020

Segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), os financiamentos […]

Ver mais

Panorama do Mercado Imobiliário de Porto Alegre: resultado de 2020 supera expectativas

Segundo apurou o Panorama do Mercado Imobiliário – Porto Alegre, uma pesquisa elaborada mensalmente pelo […]

Ver mais

Sinduscon-RS mantém projeto que busca orientar o mercado sobre o tema stress térmico na construção civil

Um importante projeto para a atividade da construção civil, “ESTIMATIVA DO STRESS TÉRMICO EM PORTO […]

Ver mais