Porto Alegre tem mais de 8.000 imóveis novos à venda

XVI Censo do Mercado Imobiliário de Porto Alegre

Estão à venda atualmente em Porto Alegre 361 empreendimentos imobiliários, pertencentes a 180 empresas, num total de 8.291 unidades novas, representando uma redução de -1,57% em relação ao ano passado, segundo conclusão do 16º Censo do Mercado Imobiliário, elaborado pelo Sinduscon/RS e cujos resultados foram divulgados hoje (24) para os associados da entidade.

De acordo com o levantamento, a área total em oferta na cidade corresponde a 820.521 m², num aumento de 7,78% na comparação com o ano de 2012. Do total de imóveis à venda, 7.661 são unidades residenciais (7.335 apartamentos e 326 casas) e 529 são unidades comerciais.

O desempenho do mercado imobiliário de Porto Alegre apresenta significativas mudanças, como por exemplo o incremento de 35% no volume de imóveis em obra e redução em 42% dos imóveis na planta em relação ao ano passado.

Também foi identificada a liderança da oferta de apartamentos de dois dormitórios, sendo 40% na faixa de valor entre R$ 126 mil e R$ 238 mil. Das salas e conjuntos comerciais, 77% estão na faixa de valor entre R$ 378 mil e R$ 602 mil.

A média de empreendimentos por empresa é de 2,01, a média de imóveis por empreendimento é de 22,97 e a média de imóveis por empresa é de 46,06, o que confirma a pulverização da oferta em um elevado número de pequenas e médias construtoras e incorporadoras.

A pesquisa apurou ainda que em 10 bairros estão concentrados 51,37% dos imóveis em oferta. A maior concentração ocorre em Petrópolis, Jardim Carvalho, Jardim Itú Sabará e Passo da Areia seguidos de Nonoai e Azenha.

O Censo vem sendo elaborado desde 1997 pelo Sinduscon/RS com o objetivo de dimensionar a oferta e a demanda de imóveis novos na Capital para subsidiar o processo decisório dos empresários do setor imobiliário.

Contém mapas de distribuição espacial dos empreendimentos, elaborados através da técnica de geoprocessamento das informações.

Síntese do Relatório

 

Leia Também

Deixe seu comentário