Sinduscon Premium 2010

O Sinduscon–RS celebrou no dia 29 de novembro a 21ª edição do Sinduscon Premium 2010. Realizado na Associação Leopoldina Juvenil, o evento foi prestigiado por mais de 400 pessoas, entre autoridades, políticos, dirigentes de entidades, empresários e profissionais da construção civil, bem como pela imprensa.

O Sinduscon Premium tem o propósito também de estender seu reconhecimento à cadeia produtiva da construção.

Nesta 21ª edição, a entidade conferiu ao prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, o Prêmio Personalidade do Ano. À Killing S/A Tintas e Adesivos foi outorgado o título de Fornecedor e o eng. Sergio Luiz de Macedo Ussan foi o vencedor na Categoria Profissional do Ano.

No âmbito do quadro de associados do Sinduscon-RS, a La- Lomando Aita Engenharia Ltda foi a vencedora como Empresa do Ano. No produto do Ano o case premiado foi Trend City Center da Maiojama Participações Ltda. A Valpi Valor Produtos Imobiliários Ltda recebeu o troféu como Revelação do Ano e na categoria Responsabilidade Social e Ambiental, a Melnick Even Incorporadora e Construtora SA com o projeto “Empreiteiro Parceiro”.

O prêmio acadêmico de 2010 foi para a Unisinos. A arquiteta e mestre em engenharia civil, Ana Paula Werle, foi a vencedora com o trabalho “Determinação das propriedades do concreto com agregados reciclados de concreto, com ênfase na carbonatação”.

O presidente do Sinduscon-Rs, Paulo Vanzetto Garcia, aproveitou a realização da solenidade para, além de cumprimentar os destaques da construção civil gaúcha em 2010, apresentar um breve balanço do bom momento vivenciado pelo setor. “Em 1989, quando se realizou a primeira edição do evento, os discursos retratavam descontentamentos com a falta de uma política habitacional no Brasil, com os elevados impostos e dos custo trabalhistas e do baixo dinamismo da construção”. Ele lembrou que neste ínterim dirigentes buscavam sensibilizar os governantes da importância do setor, que reage fortemente a incentivos, gerando empregos imediatos.

Lembrou que as principais economias do mundo, a exemplo da China e Estados Unidos, alavancaram-se com investimentos na construção civil e infraestrutura. “Hoje, o Brasil também pode comemorar a oportuna escolha de buscar a sustentabilidade econômica através desta atividade”, afirma. “Estamos construindo mais, estamos empregando mais”, reforça. No estado, em janeiro deste ano, a construção civil gaúcha empregava 108 mil trabalhadores. A previsão é de que 28 mil carteiras sejam assinadas somente em 2010. Para Garcia, o emprego formal poderia ser mais significativo se não fosse o alto custo trabalhista. São mais de dois terços de trabalhadores da construção que atuam na informalidade.

O Sinduscon-RS inovou no formato da solenidade de premiação do Sinduscon Premium 2010 Saindo do formato tradicional de jantar para uma “festa lounge”, ao som da Banda Sarau Beatles, o evento, além de prestigiar os destaques profissionais e empresarias da construção civil, foi transformado num grande palco de confraternização entre associados e convidados da Entidade, para comemoração das conquistas de 2010.

Leia Também

Deixe seu comentário